Marketing Político 2016

Marketing Politico 2016

Eleições são processos cada vez mais caros, complexos e competitivos, exigindo uma preparação maior dos candidatos e dos assessores. O saber político tradicional não e suficiente. A condução profissional de uma campanha eleitoral demanda conhecimentos especializados.Marketing Político é o conjunto de técnicas e procedimentos empregados para a construção da estratégia eleitoral e tem mostrado a ferramenta mais eficaz para conquistar o voto. O domínio dos recursos mais avançados de gerenciamento de campanha eleitoral, bem como das estratégias do marketing político é imprescindível para que se tenha chance real de vitória nas urnas.

Planejamento Estratégico

Você já deve ter ouvido algum candidato falar: “gastamos muito dinheiro no inicio da campanha, e na reta final faltou material e até mesmo a gasolina” ou “Se tivéssemos mais dez dias de campanha, teríamos vencido”. Essa é uma das principais conseqüências da falta de planejamento. Infelizmente essa reflexão só é feita após a derrota, aí não dá para se fazer mais nada.

O planejamento estratégico tem o objetivo de planejar todas as ações do candidato e seu grupo político; não só nos três meses de campanha propriamente dita, mas de preferência um ano antes do pleito.

No planejamento, o candidato e o seu grupo político se reúnem em local confortável, de preferência numa chácara ou fazenda e com a ajuda de um moderador vão delineando a estratégia de sua campanha.

Além de avaliar os pontos fortes e fracos do candidato, analisam também seus adversários, aliados, oportunidades que devem ser aproveitadas, ameaças que devem ser eliminadas ou contornadas, conjuntura política municipal, estadual e nacional, organograma de campanha, além de é claro da estratégia para arrecadação de recursos financeiros para a campanha.

O resultado do planejamento é um relatório detalhado e, diga-se de passagem, confidencial, onde estarão definidas a ações a serem implementadas, prazos para implantação, responsável pela ação e recurso necessários.

Pesquisas

Uma das principais ferramentas do marketing político são as pesquisas de opinião. É através das pesquisas que se conhece os desejos e expectativas do eleitor. São elas que definem o posicionamento estratégico de comunicação. Os dois tipos de pesquisas empregados em uma campanha eleitorais são: Quantitativas ou Qualitativas.

Pesquisas Quantitativas (Quant).

As pesquisas quantitativas são realizadas em função de amostras. Através de critérios sociológicos e estatísticos, seleciona-se uma pequena quantidade de elementos que passam a representar o conjunto do universo pesquisado. As amostras funcionam como verdadeiras “miniaturas” do eleitorado: elas têm, dentro de margens de erros conhecidas, as mesmas propriedades do conjunto dos eleitores.

Pesquisas Qualitativas (Quali)

As pesquisas qualitativas, também camadas de motivacionais, têm origem na antropologia e são instrumentos poderosíssimos de campanha. A metodologia qualitativa envolve duas técnicas básicas: a entrevista pessoal em profundidade

Na Agência Kapta, entrevistadores treinados são colocados frente a frente com os entrevistados definidos em função dos objetivos da pesquisa e a partir de um roteiro previamente elaborado, estimulam os seus interlocutores a discorrerem sobre os temas de seu interesse.

Fäbio Leandro de Andrade Consultor Político |  ABCOP  |  ALACOP  |  IACP

estrategias-eleitorais-marketing-politico-rj